quarta-feira, 1 de março de 2017

(o tornado levou o título também)

Passas como um tornado impiedoso,
Paredes quebradas num som estrondoso.
Ao longe, majestosa beleza,
De perto, cortante tristeza.

Água e óleo, sentimento e razão
Homogêneos no vórtice desta paixão.
Uma chuva ocular, um dia frio
E uma casa cheia, apenas com teu vazio.

O Poeta Amador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário